sábado, 23 de maio de 2015

UMA LENDA URBANA - O Elevador Assassino

O elevador assassino

Filmes de terror adoram essa história. A vítima incauta fica presa de alguma forma na caixa de metal maligna e pode apenas gritar de terror enquanto o elevador apita e começa a subir ou descer vertiginosamente, arrancando a cabeça ou membros da pessoa ou esmagando-a. Mas é claro que a tecnologia coloca dispositivos de segurança em elevadores e essa história jamais aconteceria na vida real, certo?

A realidade: Não é bem assim. Aliás, se você procurar “acidente com elevador” na internet, vai pensar duas vezes antes de entrar em um novamente, tamanha a variedade de casos. Por exemplo, em agosto de 2003 o médico residente Hitoshi Nikaidoh foi entrar no elevador do hospital em que trabalhava em Houston, nos EUA, e ficou preso na porta que se fechou nele. Ele tentou se soltar, mas não conseguiu e a máquina fez o impensável: começou a subir. Como resultado, a cabeça de Nikaidoh foi partida ao meio, metade ficou dentro do elevador e a outra caiu com o corpo no poço.

Uma enfermeira embarcou antes dele e assistiu à cena de filme de terror desesperada. Ela ficou mais de uma hora presa com a cabeça dentro do elevador até ser resgatada. Até hoje ninguém sabe exatamente o que aconteceu, mas acredita-se que tenha sido um problema em um dos fios.

A coisa é relativamente comum: um homem de 76 anos foi morto em um acidente com um elevador num Hospital em Nova Orleans. Ele ia passar por uma cirurgia exploratória e, já na cama, estava sendo tirado do elevador quando, de repente, o elevador caiu, matando-o instantaneamente. Em 1999, um jovem trabalhador de uma construção espiou o poço para saber onde estava o elevador, colocando sua cabeça no vazio. A coisa vinha descendo rapidamente e estava bem em cima dele. No Brasil, um motoboy foi fazer uma entrega em um prédio com elevador privativo em Belo Horizonte e acabou morrendo: estando ele no primeiro andar, a porta se abriu, mas o elevador não estava no fosso e ele caiu. A porta se fechou e travou, e sem poder sair o homem foi prensado quando o elevador desceu.

Não se apavore, mas segundo estatísticas, cerca de 30 pessoas morrem todos os anos em decorrência de acidentes com elevadores. Boa sorte ao chegar no 15º de escada.