quarta-feira, 15 de junho de 2016

Vítima de estupro é condenada pela justiça

Por essa a vítima não esperava. Após ser estuprada no Catar, um país muçulmano, uma jovem holandesa procurou um departamento de Polícia e a Justiça condenou-a ao pagamento de uma multa de US$ 824. Motivo? Sexo fora do casamento.

A jovem de 22 anos que não quis ser identificada (por motivos óbvios). Estava de férias no Catar e relatou ter sido vítima de um estupro praticado por um homem, que também foi condenado. Curiosamente, o estuprador foi condenado pelo mesmo 'crime' cometido pela jovem, de praticar sexo fora do casamento, e não pelo ato de ter estuprado a vítima.

A jovem vítima do estupro ainda será deportada do país. O advogado da jovem alegou que a mulher estava em férias no Catar e que alguém teria colocado alguma substância em sua bebida e a teria sedado. Ao acordar no apartamento do agressor, a mulher descobriu que havia sido estuprada pelo homem. Já o homem alegou que se tratou de sexo consentido, teoria que foi claramente aceita pela justiça do país.

O homem já foi sentenciado e receberá a pena de levar 100 chibatadas pelo crime que cometeu. Levará ainda outras 40 por ter realizado o consumo de bebida alcoólica no país, o que também é proibido.