terça-feira, 10 de abril de 2012

QUAL A INTENSIDADE DE UM MAL ?

Pensem um pouco:

Havia um mafioso e seu fiel conselheiro...
resolveu matar um cara por motivos quaisquer...
Ao chegar o cara para ele matar, olhou para o conselheiro aí o conselheiro disse:
- Ele é solteiro, não tem filhos, ninguém vai chorar por ele - e matou..
Certa vez, tinha de matar outro
o conselheiro falou
-Tem 2 filhos, casado
Mas o mafioso não quis saber, matou também..

Portanto, em quais dos crimes ele foi mais culpado na morte, masi pecador, mais malvado de coração de pedra ?

A questão não é quem recebe a crítica, o mal, mas quem a faz e porque faz..
Não adiantava o conselheiro dizer nada, o dono da ação era o mafioso, então é o culpado de tudo...

Por isso não se iluda com as companhias, com os conselhors, tenha apenas a razão do que você é e faz!!! Você é o responsável por seus atos!!!