sexta-feira, 20 de março de 2015

25 ANOS DE "UMA LINDA MULHER" FILME COM Julia Roberts e Richard Gere



O filme “Uma Linda Mulher” retrata a ascendência de uma profissional do sexo, junto a um empresário,  a qual mente que é a sua namorada e o filme desenrola sob uma relação de amizade que depois vira paixão e amor. Com o máximo de cuidado ambos não disponibilizam a verdadeira causa da amizade e profissão da garota, que aos poucos encanta a todos que tem contato.
Cosmo
___________________________________________________
25 anos: veja 5 motivos para ‘re’ ver o filme ‘Uma Linda Mulher’Um dos filmes mais queridos do público acima dos 30 anos, Uma Linda Mulher completa neste mês, 25 anos de seu lançamento. Com Julia Roberts e Richard Gere, o longa conta a história de uma prostituta, Vivan Ward, que se apaixona por um grande empresário, Edward Lewis, e ele idem.
O filme, de orçamento mediano foi de grande sucesso de bilheterias nos 90. Entre as comédias românticas, até hoje é campeão com arrecadação mundial na casa dos R% 500 milhões.
Como parte das comemorações, o elenco se reuniu para gravação de um programa de televisão nos Estados Unidos. É primeira vez que eles se reencontraram e conversaram sobre o filme. O programa Today, da rede americana NBC, deve ir ao ar dia 24 de março.
Apresentamos 5 motivos para você assistir, de novo, o filme que emocionou multidões.
1 – Julia Roberts: A atriz, hoje uma das mais conhecidas do mundo, tinha apenas três anos de carreira quando estrelou o filme. Uma Linda Mulher foi o início de uma grande carreira. Entre os destaques em sua biografia está Erin Brockovich, Uma Mulher de Talento, em que ganhou o Oscar de melhor atriz, em 2000. Ela viveu a garota de programa Vivian.
2 – Richard Gere: Aos 66 anos, Richard entrou em uma fase mais apagada da carreira há alguns anos. Quando estrelou o clássico, ele vivia o auge da carreira. Edward Lewis é até hoje um dos seus personagens mais lembrados pelo público.
3 – Cenário: Com belos cenários, o filme traz ao fundo Los Angeles. Ruas de
Beverly Hills estão na conta. Sem falar nos trajes belíssimos de Julia Roberts, depois do banho de loja em uma das cenas mais fantásticas do longa.
4 – Música: Roxette canta It Must Have Been Love, um dos maiores clássicos românticos dos anos 90. Aliás, quase toda trilha sonora é de boa qualidade. O filme apresenta ainda a música Oh, Pretty Woman, de Roy Orbison, que inspirou o título do filme.
5 – História: É um verdadeiro conto de fadas, onde uma prostituta é contratada por um grande empresário. No meio da história ele se apaixona por ela e tem um final feliz, digno de Cinderela. O que quase ninguém sabe é que a história foi concebida para tratar do mundo negro das prostitutas em Los Angeles. Mas a produção achou melhor mudar o foco. Ainda bem!