quinta-feira, 21 de maio de 2015

ZONA SEM CELULAR EXISTE?? VEJA ONDE E PORQUE



"Zona do Silêncio": a vida sem celulares nos EUA
A oeste de Washington, populações vivem totalmente sem sinal de telefonia celular: "é uma forma de vida diferente"
As pessoas que dirigem para a região a oeste da capital americana, Washington, para as montanhas Allegheny, chegam a uma grande área sem sinal de telefonia celular.
Esta é a Zona Nacional de Rádio Silencioso, com 34 mil quilômetros quadrados sem sinal de rádio. A reportagem da BBC foi descobrir o que é este lugar e quanto tempo ainda poderá resistir.
Quando o carro chega às montanhas Allegheny, o rádio para de tocar e tudo que se ouve é estática. Nos celulares a situação é parecida, não há sinal.
Logo à frente está o maior objeto móvel de todo o planeta baseado no chão, o telescópio Robert C Byrd Green Bank (ou GBT): mais alto que a Estátua da Liberdade, de Nova York, e com uma superfície de mais de 9 mil metros.
O telescópio gigantesco precisa de silêncio de rádio e paz nas ondas elétricas para operar.
E por isso a Zona do Silêncio é necessária e seus moradores levam uma vida muito diferente de outros americanos.
 Foto: Emile Holba / BBCBrasil.comEles não têm telefones celuares, não há monitores de bebês via rádio, fornos de microondas ou campainhas sem fio.
Enquanto o resto do país está constantemente plugado - checando e-mails e postando atualizações em redes sociais - a ausência de tecnologia móvel na Zona do Silêncio leva a uma mentalidade diferente.
"Temos banda larga em casa. Podemos acessar a internet do mesmo jeito que todo mundo, a diferença é que, quando saio de minha mesa, a internet não me segue", disse a diretora local do GBT Karen O'Neill.
 Foto: Emile Holba / BBCBrasil.com
"Quando assisto a um jogo de futebol, cada pai no campo está assistindo às crianças jogando futebol, ninguém está olhando o telefone celular, ninguém está se preocupando com isso."
"E, enquanto estou em algum lugar, não sinto mais a compulsão constante de olhar para o meu celular, não é como estar em um lugar remoto com uma conexão lenta ou cara, é uma forma de vida completamente diferente."