terça-feira, 10 de maio de 2016

Histórias macabras do Brasil, se você ler vai ter medo.


Algumas histórias permeiam o nosso imaginário, seja verdade ou não, todos nós já ouvimos relatos macabros de coisas que acontecerem perto da gente. O Brasil é um país repleto de lendas urbanas, mas histórias reais que mais parecem mentira se misturam com os causos que frequentemente são contados por nossos pais e avós.
Conhecer essas histórias macabras podem ajudar a conhecer um pouco da história do Brasil. Mas aqui no Brasil existem histórias tão bizarras que podem fazer parte de filmes tão medonhos quanto O Exorcista. Conheça um pouco dessas histórias macabras, mas cuidado, você vai dormir com as luzes acesas.
Confira aqui as 7 histórias mais macabras:
1- O Palhaço do Coqueiro
O Filho de um famoso palhaço tinha o sonho de seguir a mesma carreira que o pai, no entanto ele não possuía o mesmo dom. Ao participar de seus espetáculos o jovem palhaço não conseguia fazer nenhum espectador rir. Enlouquecido de ódio o rapaz fugiu e em toda noite ele ia até o topo de um coqueiro para observar a lua, mas quando uma nuvem tampa o “sorriso” da lua o rapaz descia e buscava pessoas para fazer sorrir. Caso a pessoa não emitisse uma risada, o palhaço a hipnotizava e agredia. Essa é uma lenda do município de Paulista, cerca de 15 km de Recife.
2- ET de Varginha
Janeiro de 1996, até então era um dia normal na cidade de Varginha, interior de Minas Gerais. Mas três jovens levaram o nome da pequena cidade para o mundo inteiro. As irmãs Liliane Silva e Valquíria Silva, além da amiga Kátia Xavier passavam por um terreno baldio e avistaram uma criatura estranha com três protuberâncias na cabeça, a jovens dizem ter se comunicado via transmissão de pensamento com o ser e ele pedia desesperadamente por socorro.
3- Os Canibais de Garanhus
A adolescente Jéssica Camila foi convidada para trabalhar como doméstica na casa de um casal de Garanhus. A jovem tinha uma filha, que era o real interesse do casal, que buscava uma criança para criar. No entanto, o casal e a amante do homem esquartejaram a jovem, os ossos de Jéssica foram enterrados no quintal da casa do trio e partes do corpo foi consumida, inclusive pela criança, filha da adolescente. O trio chegou a rechear empadas e coxinhas com restos mortais para vender na feira local. O caso chocou a população.
4- Tereza Bicuda
Tereza ganhou o apelido de Bicuda devido ao volume dos lábios. A mulher era conhecida por ser preguiçosa e por maltratar a mãe. Depois de morta, muitas pessoas diziam que ela saia do túmulo para assombrar a população, pois ela não aceitava o local onde foi enterrada. Depois de um tempo, a população exumou o corpo a enterrou na Serra do Jaraguá. Essa história é bem comum no interior Nordestino.
5- O Chupa Cabra
Durante a década de 90 muitos animais foram encontrados mortos de forma misteriosa nas zonas rurais do Brasil. A história tomou conta dos noticiários de todo o país. Atualmente quase não se fala sobre o misterioso animal, mas no interior do Brasil muitos produtores rurais morrem de medo do Chupa Cabra.
6- O fenômeno Chupa-Chupa
O fenômeno aconteceu na região da Ilha de Marajó, nos arredores de Belém do Pará. De acordo com relatos, algumas pessoas da região avistavam seres semelhantes aos humanos, com estatura média, além de objetos não identificados com formato esférico, de aparência cilíndrica. Os objetos sobrevoavam regiões rurais e litorâneas. Algumas pessoas foram atingidas por projeções luminosas que tinha ação paralisante, após o incidente as vítimas queixavam de vertigem, fraqueza, rouquidão, dores de cabeça frequente e etc.
7- A emparedada da Rua Nova
Muitos acreditam se tratar de uma lenda urbana, mas os recifenses mais antigos acreditam veementemente na história. O caso de um rico comerciante que se viu no meio do caso de traição de sua esposa que mantinha reações com um jovem que por coincidência era namorado de sua filha e acaba por engravidá-la. Atormentado de ódio o homem tranca a filha em um banheiro e manda construir uma parede por cima, emparedando a filha grávida. Até hoje algumas pessoas dizem ouvir os gritos e gemidos da jovem.
Colaboração: Site  ultracurioso