domingo, 18 de setembro de 2016

Homenagem à Wanderley Nepomuceno

Sob os olhos da vida caem as lágrimas  da saudade;
Lágrimas  que não se enxugam com os lenços do tempo;
Lenços que não suavizam a face da sua lembrança;
Face suavizada apenas pela brisa da amizade eterna;
Brisa que traz o som de todos os momentos felizes;
Momentos que ficarão silenciosos com uma enorme lacuna na alma e coração de amigos

Descanse em Paz, Wanderley Nepomuceno