sábado, 18 de abril de 2015

CELULAR PRESO É SOLTO POR BOM COMPORTAMENTO

É apenas uma brincadeira feita por um policial da Austrália, depois que alguem devolve o celular perdido. O policial teve acesso à rede social da dona do celular e fez várias brincadeiras com a mesma. Veja a reportagem
-----------------------------------------------------------------------------------------------------
Um policial na Austrália empregou um artifício nada usual para localizar a dona de um smartphone perdido e, de quebra, dar uma lição de privacidade a ela. O caso ocorreu no domingo (12) depois de um celular perdido ser levado à delegacia de polícia de New South Wales, da cidade de Albury

Após achar celular perdido, policial australiano entra no Facebook da dona do aparelho para dar 'lição': 'Você deveria colocar uma senha no seu celular. Quando estiver pronta para pegá-lo, ele estará na central de polícia de Albury'. (Foto: Reprodução/Facebook/Bella Crooke)Solto por bom comportamento

Ainda na manhã do domingo, os policiais trocaram mensagens com os amigos de Bella pelo Facebook. Um dos contatos da australiana perguntou se ela havia recuperado o aparelho. “Não”, responderam os agentes, acrescentando uma imagem do símbolo da polícia de New South Wales. “O que você quer dizer com isso? Você tá curtindo em uma loja de policiais?”, perguntou o amigo. “Eu sou pago para curtir aqui”, responderam os policiais brincalhões.
“O celular ainda está aqui. Pronto para ser solto por bom comportamento. Apenas esperando que Bella pague a fiança”, escreveram os policiais na conta dela na rede social. A dona do celular perdido deixou seu celular em uma festa e só pôde recuperá-lo às 13h do domingo, segundo o jornal “Daily Mail”. Foi nesse ínterim que os policiais fizeram as brincadeiras por meio do Facebook dela.
Anthony Moodie, inspetor da polícia de Albury, disse ao site “Border Mail” não ver problema na situação. “Não surpreende a mim os jeitos criativos que eles usaram para devolver a propriedade aos donos”, disse. “Os donos de celular deveriam usar os mecanismos de bloqueio em seus celular para que, caso de alguém tomar posse dele, não ganhem acesso a suas vidas pessoais.”