quarta-feira, 25 de março de 2015

APLICATIVOS DE NAMORO SÃO "JANELAS ABERTAS" PARA ESTELIONATÁRIOS



Cada vez mais populares, aplicativos de namoro são uma janela aberta para a ação de estelionatários. Estudo feito pela IBM – gigante americana da área de informática – em 41 softwares atualmente em uso constatou falhas de segurança médias e graves em 26 deles (63% do total). Um terço das ferramentas também possibilita acesso à câmera do celular e 73% a dados de GPS do usuário.

Tais falhas permitem que dados importantes e sigilosos dos internautas – como o número de cartão de crédito – sejam acessados com facilidade. Quem usa o celular da empresa para acessar as contas on-line também pode ter informações confidenciais vazadas.

Apenas na Delegacia Especializada na Investigação de Crimes Cibernéticos (Deicc), em Belo Horizonte, foram registrados 1.081 delitos no ano passado. As ocorrências envolvem crimes em qualquer dispositivo com acesso à internet e, nos celulares, os diversos aplicativos, incluindo os de namoro.

“Às vezes, a vítima nem sabe que o golpe foi pelo aplicativo. O número do cartão é roubado e é registrado como estelionato, mas a pessoa não sabe por onde foi fraudada. Isso porque ela usa e-mail, Facebook e vários outros aplicativos no celular”, explica a delegada titular da Deicc, Paloma Bonson.
O professor afirma que, como nas fraudes em computadores, os hackers utilizam as informações para aplicar golpes mais elaborados. “O bandido ‘ataca’ o seu celular e quer capturar o som e a imagem. Ele não quer te apresentar para uma pessoa. Ele quer usar aquela brecha para conseguir informações sobre você e usar tudo isso em golpes”, esclarece.

Fonte: www.hojeemdia.com.br