segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

O que fazer quando o árbitro expulsa o treinador e ele não sai? Aconteceu no Campeonato Alemão

Árbitro deixa campo após treinador expulso se recusar a sair.
Neste domingo, o Borussia Dortmund bateu o Bayer Leverkusen, por 1 a 0, na Bay Arena, em Leverkusen e ampliou sua vantagem para 15 pontos em relação ao terceiro colocado Hertha Berlin, praticamente se garantindo na próxima edição da Liga dos Campeões da Europa. A vitória dos aurinegros, no entanto, veio com um lance polêmico e que gerou uma situação inusitada no confronto.
SAIBA MAIS
Aubameyang volta a decidir, e Dortmund vence Bayer Leverkusen
Borussia domina um Porto bagunçado e ganha na Alemanha
juiz Felix Zwayer (dir.) e seus assistentes retornam ao campo após paralisação da partida
Foto: EFE
Aos 19 minutos do segundo tempo, os comandados de Thomas Tuchel cobraram uma falta rapidamente e conseguiram pegar os donos da casa desprevenidos. Reus acionou Durm na esquerda, que cruzou rasteiro, na medida, para Aubameyang apenas completar para a rede e anotar seu 21º gol no Alemão, um a menos do que o artilheiro Lewandowski.
Logo depois do gol, os visitantes reclamaram pelo fato de a falta ter sido cobrada fora da posição original. Contestando veementemente o lance, o técnico Roger Schmidt acabou expulso de campo, mas se recusou a deixar o gramado. Revoltado com a atitude do treinador, a arbitragem resolveu, então, ir para os vestiários até que Schmidt se retirasse do campo, o que ocorreu 13 minutos depois.
Foi necessário que o gerente executivo do Bayer, Rudi Voller, intervisse e mandasse Schmidt cumprir a ordem. O técnico da seleção alemã Joachim Löw estava presente no estádio. Os visitantes acabaram confirmando o resultado com gol de Aubameyang.